Discos esfoliantes para limpeza facial Belliz

Eu tinha lido algumas resenhas sobre esse produto faz muito tempo, mas fiquei tanto tempo sem ver o dito cujo para vender que, quando o vi pessoalmente pela primeira vez, nem me lembrava mais se as resenhas eram boas ou ruins. Por curiosidade, quando o vi para vender nas Americanas, mesmo achando carinho, acabei comprando-o. Paguei R$9,90 pela embalagem com 120 discos.

O nome completo é “discos esfoliantes para limpeza facial”, as promessas são:

  • não solta fiapos
  • textura esfoliante
  • material de alta absorção.

Reparou que não tem algodão no nome? Apesar da aparência semelhante, não são discos de algodão, a composição é 70% viscose e 30% poliéster. Não vi nada parecido na concorrência e, apenas para constar, a marca é brasileira mas o produto é importado da China.

Ele é bem diferente dos discos de algodão disponíveis no mercado (mencionados no post “Panorama dos algodões nacionais”).  Ele é muito fino, possui diâmetro maior do que o padrão para discos de algodão e vem com umas bolinhas cor-de-rosa impressas em uma face. Suponho que seriam as responsáveis pela esfoliação. Abaixo, umas fotos onde dá para ver  bem essas características mencionadas:

Comparação das espessuras: à esquerda, o disco esfoliante da Belliz, à direita, o Ricca Salon.

Comparanção de tamanho: à esquerda, o disco esfoliante da Belliz, à direita, o Ricca Salon.

Bolinhas “esfoliantes” em detalhe.

A primeira promessa é não soltar fiapos, o que é verdade. Ele parece um tecido e você pode esfregar bastante que  ele que ele não desfia, no máximo, dá uma leve deformada e fica com a superfície não tão lisinha. Sabe roupa velha, que após muitas lavagens fica com cara de detonada? Mais ou menos isso.

Quanto à esfoliação, eu não senti nada quanto a esse aspecto. Para mim, as bolinhas estão lá de decoração, tanto faz usar de um lado ou do outro. São muito achatadas, como uma impressão sem o alto-relevo. Dá até para usá-lo na região dos olhos, já que o efeito esfoliante é um nada.

E a absorção? Olha, ele é  tão fino que, mesmo que o material em si tenha boa capacidade de absorção, você nem sente isso direito porque qualquer líquido que você aplicar nele logo satura a capacidade de absorção na região e acaba sujando sua mão.

Aliás, a questão de ser tão fino é um problema para seu uso na remoção de maquiagem. Enquanto você usa frente e verso nos discos de algodão em geral, com esse, é como se tivesse uma só face. Você passa o disco e o produto absorvido logo suja o outro lado. Mesmo que suas dimensões sejam maiores, acaba não compensando usar ele para demaquilar.

Como é muito fino e grandinho, eu acabo usando ele dobrando-o pela metade duas vezes (fica com 1/4 do tamanho original), o que acaba o deixando com uma espessura mais agradável mas menor do que um disco de algodão tradicional.

Para aplicar tônico ele é mais aceitável. Mesmo que suje sua mão, pelo menos ajuda a economizar, já que não há muita retenção de produto no disco. Mas ainda prefiro os nacionais da Flexicotton ou os importados da Turquia.

Buscando no google por informações sobres estes discos, achei uma das resenhas que eu tinha lido, feita pela Ju Menezes, do blog Rouge Romance. A opinião dela é semelhante à minha, e ela menciona um detalhe que eu nem tinha reparado:

Calço de 1,8 cm de altura no interior da embalagem. A embalagem tem 9,5 cm de altura.

Eu acho desnecessário esse calço, teria ele alguma função senão a de parecer que vem mais produto? Além da enganação, e a sustentabilidade, onde fica? Que desperdício de material.

Remoção de esmalte

Uma utilização interessante para esses discos é para remoção de esmalte, justamente pelo fato dele não desfiar. Eu não vou na manicure, sempre faço minhas unhas em casa. E um dos problemas que eu tenho é o da unha maldita.

Sempre tem uma unha infeliz que me dá mais trabalho que as outras. Começa com um desleixo e amassa, aí eu tiro o esmalte só dela e aplico de novo, mas como ela fica ‘fora de fase’ com as demais unhas da mão (quando as outras estão secas ela ainda está úmida), eu vou fazer o acabamento das outras e acabo esbarrando na unha maldita de novo. Aí, lá vou eu limpá-la de novo e fica fiapo de algodão preso na unha, sendo que eu só percebo na hora de esmaltar, logo, tenho que tirar o esmalte novamennte, e por aí vai… usar esse algodão que não desfia evita esse tipo de problema.

Por ser fininho, também dá para fazer o acabamento com ele. Molha o disco e com a unha mesmo passa para remover o esmalte que ficou nos cantinhos e que enche o saco para sair com algodão normal.

Se quiser, dá para improvisar uma versão pobre dos lenços removedores de esmalte: pega esses discos, coloca num pote que tenha bom isolamento (pode ser aqueles de manteigas corporais) e encharca eles de removedor de esmalte. Ok, pelo tamanho, não é prático de levar na bolsa, mas mesmo em casa pode ser útil.

Atualização (08/12/2012):

É caro?

Depois de um comentário sobre a embalagem de R$9,90 por 120 unidades não ser cara como eu achei, fui refletir um pouco (estarei sendo injusta?) e me bateu a curiosidade de pesquisar algumas informações um pouco mais técnicas sobre os materiais desse disco (a parte da esfoliação nem vou considerar, já que é enganosa).

Matéria prima

A primeira, foi saber o preço da viscose, poliéster e algodão. Usei como referência o preço por 100 m de linha da marca Guttermann composta 100% por uma mesma fibra, numa mesma loja. No final, deu:

  • Algodão: R$3,22
  • Viscose: R$2,50
  • Poliéster: R$1,37

Uma média ponderada para um fio 70% viscose e 30% poliéster daria uns R$2,16 por 100 m de fio, 32% mais barato que o 100% algodão. O algodão é um material mais caro do que os sintéticos, então, a troca de material não é necessariamente um ponto para o aumento do preço, ainda mais considerando que é preciso pelo menos uns dois desses discos “esfoliantes” para dar a quantidade de fibras de um disquinho de algodão normal.

Absorção

Ok, a matéria prima é 32% mais barata que o algodão, mas oferece vantagem? A composição é 70% viscose, 30% poliéster. Com relação à absorção de absorção de líquidos, temos:

  • Algodão:  50%
  • Viscose: 90%
  • Poliéster: 3%.

Fazendo uma média ponderada, temos que a absorção média dessa mistura viscose-poliéster é 64%, 28% acima do absorção do algodão. Mas, a quantidade de fibras por disco ainda é muito menor do que a de um disquinho de algodão, considerando a unidade, o de algodão absorve mais por ter bem mais material.

Essa comparação nem sempre é muito justa, já que uma bola de algodão tem mais fibras do que qualquer disco, mas qualquer disco entra em vantagem com a bola por ter uma relação área superficial/volume bem maior. Isso significa que, do líquido absorvido numa bola, a quantidade que fica retida lá dentro sem entrar em contato com sua pele é muito maior que num disco. Mas, para discos finos, acho que a comparação é válida.

A saber, a área supeficial considerando uma das faces:

  • Disco esfoliante Belliz: ~188,7 cm²
  • Disco de algodão normal: ~103,9 cm²

Relembre a menção de que, para a maioria dos usos, você só conseguirá aproveitar um das faces no disco “esfoliante”.

Preço por unidade

Considerando o preço cobrado por cada unidade (coletados em blogs), temos:

  • Discos esfoliantes Belliz: 9,90/120 = R$ 0,083
  • Discos Dauf (produzidos pela Flexicotton) = 3,60/50 = R$ 0,072
  • Discos Ricca Salon (importadoTurquia) = 3,10/50 = R$ 0,062
  • Quadrados de algodão Ricca Salon (aquele enorme): 5,00/50 = R$ 0,1000

Peguei nessa comparação, apenas algodões cuja qualidade me agrada, como visto no outro post.

Levando em conta tais dados, somados às informações mencionadas na resenha propriamente dita (capacidade de esfoliação e absorção, espessura, funcionalidade, etc), você decide se acha caro ou não. Eu, particularmente, continuo achando caro.

Desculpe pela quantidade de números, mas você está lendo o blog de uma engenheira, e engenheiros gostam de ver as coisas por essa perspectiva. E, pessoa que comentou, não se sinta perseguida. É que eu realmente comecei a pensar nessas coisas depois de ler seu comentário e achei que daria um adendo interessante ao post.

Anúncios

Sobre Vanessa

Engenheira química, paulista, 27 anos, apaixonada por cosméticos e maquiagens. Acredita que conhecimento nunca é demais e que as pessoas deveriam ser mais críticas com as informações que recebem.
Esse post foi publicado em Acessórios, esfoliante e marcado , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Discos esfoliantes para limpeza facial Belliz

  1. "…mesmo achando carinho, acabei comprando-o. Paguei R$9,90 pela embalagem com 120 discos."Tudo bem que pode não ser um bom produto, no geral, mas julgo caro uma embalagem com 120 disquinhos custar R$9.90. Se fosse só algodão normal pode-se até cogitar achar caro, mas sabendo que esses não o são e tem ingredientes a mais (esfoliante) sinto muito mas não é caro.

  2. Vanessa disse:

    Se esfoliasse e o benefício da substituição do algodão pelas fibras sintéticas tivesse sido bom, eu diria que mudei de idéia e teria achado um bom custo benefício, mas infelizmente não foi o caso.O efeito esfoliante é uma total enganação e os discos são tão finos que, só de olhar, já dá para ter a idéia de que vai render muito menos do que um disco de algodão (mesmo este tendo o diâmetro menor). Não acho que adiante ser de um material "mais luxuoso" se o desempenho no geral é pior (a única vantagem é não desfiar). 😦

  3. Adoro os seus posts, Vanessa.Completos e super informantivos.Realmente produto que promete esfoliar e nao esfolia nada é fail.Nao rola mesmo.Beijos!!Boa semanaAndrea

  4. Vanessa disse:

    Oi Andrea! Pior que as resenhas que eu tinha lido antes também falavam que não esfoliavam, mas eu nem me lembrava direito.Beijos!

  5. Oii, que tri teu blog guria!Me visita também, umarosachiclete.blogspot.comSe gostar me segue, e se quiser eu te sigo de volta.bjs

  6. Oi!! Tem um selinho de blog recomendado pra você!! Passa lá no meu blog e pega, ok??Farmacêutica e Vaidosa:Respondendo a Tag de Blog RecomendadoBeijinhoss

  7. Vanessa disse:

    Oi Thaís, obrigada! Darei uma olhada depois.Beijos!

  8. crica disse:

    Oi Vanessa, minha esteticista usa gaze para esfoliar. já pensou nessa alternativa?

  9. Vanessa disse:

    Oi Crica, obrigada pela dica.
    Nunca tentei a gaze, mas tenho uma toalha pequena e fininha que eu uso exclusivamente com esse propósito, acho que deve dar mais ou menos o mesmo efeito.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s