Óleo Suavizante Corporal Hamamélis Granado

Hidratação corporal sempre foi um problema para mim, nunca tive paciência para hidratantes. Eu simplesmente não gosto de ter que passá-los após o banho e esperar a secagem para poder me vestir. Até tentei os hidratantes de banho, mas apesar de darem uma amenizada na situação, eram muito leves para minhas necessidades.

O que seriam minhas necessidades? Sem cuidados nenhum, minha perna fica tão seca a ponto de ter aspecto craquelado e, se eu passar o dedo nela, ele sai branco com os pedaços de pele morta devido ao ressecamento. Na época em que eu só usava calças e as pernas ficavam escondidinhas eu não me importava com isso, porém, com o passar do tempo e a mudança do guarda-roupa, começou a me incomodar.

Qual a opção aos hidratantes de banho e tradicionais? Óleos!

No passado, algumas experiências com óleos não me foram muito agradáveis, não gostava da sensação de oleosidade após o longo enxágue (eu me empenhava nisso) e mesmo assim alguns me davam espinhas dolorosas em lugares indesejáveis. Mas os resultados eram mais fortes do que os hidratantes de banho, e resolvi voltar dar uma nova chance.

Eu estava me dando bem com o trifásico de Pitanga Amarela da Natura, um óleo que eu considero leve, e me empolguei mais depois de ler este post da Meire no Salada Médica, no qual ela comentava sobre alguns óleos que ela tinha e mostrava várias maneiras de usá-los.

Foi então que eu resolvi ressuscitar o produto alvo desta resenha, o Óleo Suavizante Corporal Hamamélis Granado, que eu tinha usado umas 4 vezes e abandonado devido à ocorrência de espinhas durante o uso.

Óleo suavizante corporal hamamélis

Óleo suavizante corporal hamamélis

Na embalagem consta vários modos de usar:

“Aplique o óleo suavizante por todo o corpo, massageando suavemente. Pode ser utilizado durante ou após o banho, como óleo de massagem e também como hidratante para peles excessivamente ressecadas.”

O modo que me deu as espinhas foi massageando durante o banho e enxaguando depois. No citado post da Meire, ela cita o uso de óleos pesados como óleo de massagem antes do banho, vulgo, você passa ele antes do banho, molha a pele e o retira com o sabonete depois. 

Eu tentei desse jeito mas me deu a impressão de que, mesmo passando o sabonete, ficava muito óleo na pele, o que me dava a impressão de não estar limpando a pele direito. Eu acabei adaptando o uso, e faço a aplicação da seguinte maneira: me lavo normalmente, passo o óleo na pele, massageio bem, passo novamente um sabonete hidratante depois (já testei com Dove, Hydratta e L’occitane, todos em barra) e, sem muita massagem, realizo o enxágue.

Pode dar a impressão de que o óleo perderá o efeito desse jeito, mas por incrível que pareça, eu ainda sinto o óleo na pele depois de enxaguar o sabonete. E o resultado do uso regular deste produto tem sido bem visível na minha perna: mesmo sem o uso de  nenhum hidratante depois, está com boa aparência. Lógico que com o uso de um hidratante depois, mesmo leve, o efeito deve ser melhor ainda, mas o uso isolado dele me proporcionou um efeito muito significativo. E me agrada que o efeito dele é prolongado, no dia seguinte ainda sinto a pele hidratada e macia, coisa que muito hidratante por aí não consegue fazer. Essas observações são para o uso dele no verão, no inverno acho que sua ação isolada não será tão boa e não terei como fugir do uso conjunto com hidratantes.

Para uso no corpo inteiro, eu não usaria ele sem enxágue por achá-lo muito pesado. Porém, como potencializador da hidratação em regiões localizadas como o cotovelo, como sugerido na na embalagem, eu, que sou fresca com relação à sensação de oleosidade, testei e achei bem aceitável.

Não lembro quanto paguei na época, mas no site da Granado a embalagem de 120 mL é vendida hoje por R$15,75. O óleo possui um cheiro de mato bem característico da linha Terrapeutics Hamamélis (no começo gostava, agora já estou enjoando) e a cor do óleo é amarelo esverdeado, como se fosse um azeite dissolvido em um meio transparente e leve adição de corante verde (nos ingredientes não consta a presença de corantes).

Onde está o Wally?

Agora, uma crítica com relação às alegações do produto. No site, você encontra isso:

“Ideal para uso diário após o banho ou na hidratação e massagem corporal. Rico em óleo de oliva e vitamina E, não possui corantes. Contém alto teor de óleos essenciais o que facilita a rápida absorção pela pele. Com alta concentração de tanino o hamamelis apresenta propriedades secativas e adstringentes. Fragrância Nota verde, refrescante.”

Na embalagem:

“A Granado buscou nas terras de diversas regiões do mundo extratos naturais utilizados há séculos pelos povos nativos. (…)

(…) O hamamélis é um arbusto originário da América do Norte. Bruxas da região acreditavam que seu extrato possuía poderes mágicos, devido a sua propriedade adstringente”.

Nisso, você pensa: “Nooossa, que interessante esse extrato de hamamélis!” Aí você vai olhar a composição do produto, e encontra:

“Ingredientes: Mineral oil, propyl paraben, BHT, olive oil, tocopheryl acetate (vitamina E), caprylic/capric triglyceride, fragrance”.

Deixo para vocês a questão: Gente, cadê o extrato de Hamamélis e a riqueza de óleos essenciais?

Para constar:

  • Óleo mineral e óleo de oliva não são considerados óleos essenciais.
  • Caprylic/capric triglyceride é uma fração extraída do óleo de coco.
  • BHT é um anti-oxidante.
  • Propyl paraben é um conservante.

Talvez ele esteja incluso na fragrância (elas geralmente levam óleos essenciais), mas isso seria atípico dado um comportamento comum na indústria de cosméticos, que é o de mencionar na composição ingredientes vegetais, presentes geralmente em quantidade insuficientes para alguma ação, apenas para chamar a atenção dos consumidores e fazê-los ter a ilusão de estar consumindo um produto com ação de ingredientes naturais (não digo que todas fazem, mas muitas fazem). Com tanto marketing em cima do extrato de hamamélis, seria uma falha de ocultar nos ingredientes o nome do extrato que dá o nome ao produto, não?

Fiz essa observação porque o pessoal costuma usar o extrato de hamamélis em produtos para peles oleosas e em vários lugares eu tinha lido que essa linha da Granado era boa para peles oleosas, o que me levou a achar que este era um óleo leve quando o comprei (na época, eu não tinha o hábito de analisar a composição dos produtos como tenho agora).

De qualquer forma, como disse, é um produto cujos resultados têm me agradado bastante.

Anúncios

Sobre Vanessa

Engenheira química, paulista, 27 anos, apaixonada por cosméticos e maquiagens. Acredita que conhecimento nunca é demais e que as pessoas deveriam ser mais críticas com as informações que recebem.
Esse post foi publicado em óleos e marcado , . Guardar link permanente.

5 respostas para Óleo Suavizante Corporal Hamamélis Granado

  1. Priscila disse:

    Oi Vanessa!! Olha eu não sei se é o seu problema também, mas eu tenho dermatite atópica somente nas pernas, exclusivamente nas canelas. Teve um tempo que só de tomar banho com água quente já fazia ela coçar tanto que eu ficava toda vermelha e cheia de vergões, fora a secura, que parecia pele descamando. Quando um belo dia eu vi a Loção de hidratação máxima com uréia a 10% da Flores e Vegetais. É indicado para peles maduras rs mas funciona muito bem, não é pegajoso e rende muuuuito só com um pouquinho. E outra, a pele fica mesmo hidratada por 24 horas que as vezes vc nem vê necessidade de reaplicar no dia seguinte, experimenta! Me custou uns 12 reais e durou muito. Beijos!

  2. Vanessa disse:

    Oi Priscila! É parecido o meu problema, a dermatite é só na canela e se acentua no inverno, quando o clima fica mais seco e a pele mais ressecada. Não é tão intensa quanto a sua, parece uma picada de inseto que de tanto coçar até machuca e só desaparece quando passo a pomada de corticóide. Eu sei que hidratação previne, por enquanto o óleo tem dado conta do recado mas eu tento fazer o reforço com o hidratante quando me lembro. Já vi esse hidratante da Flores e Vegetais para vender, vou ver se acabo com os hidratantes que tenho no momento (vários) e deixo para comprar esse no inverno, quando a situação estiver mais crítica.Beijos!

  3. Flavia disse:

    Vanessa, não será o óleo mineral o causador das espinhas? Digo isso porque sou a senhora espinha, e usava um óleo de banho cheirosão d’O Boticário (Lily), mas ele tb era puro óleo mineral e quando acabou não recomprei.
    Foi aí que achei os óleos da Vyvedas. Tem de maracujá, de verbena e outros. A base é óleo puro de amêndoas e possui algumas gotas de óleos essenciais que são muito bons e BEM leves. Aplico com a pele molhada depois do banho e nem faço enxágue. Minha pele fica muito macia. Quando esses da Vyvedas acabarem, vou “montar” meus próprios óleos, adicionando alguns essenciais à base de óleos leves, como o de semente de uva.
    Ah, e tem isso: o azeite é ótimo, mas não é um óleo leve. Compare com o óleo de semente de uva, por exemplo. Você vai ver que o primeiro meleca enquanto o segundo é absorvido mais rapidamente pela pele.
    Beijo

    • Vanessa disse:

      É mais provável que seja o azeite do que o óleo mineral, no inverno uso um da Avon que é praticamente óleo mineral e não costuma me dar problemas. O Seve da Natura também me deu espinhas algumas vezes (minha pele é muito chata). Eu sei que azeite é gordo, até uso ele para demaquilar o rosto, mas diluído em outro mais leve e fazendo a devida lavagem depois.
      Onde você compra o óleo de uva? Nunca vi puro para vender, só acho aqueles misturados com óleo mineral.

  4. Flavia disse:

    Compro no Mundo Verde, Vanessa. As melhores marcas são a Bioessência, a Força da Terra e a Phytoterápica, mas existem outras que também são boas.
    Gostei da ideia de misturar azeite a um óleo mais leve para demaquilar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s