Vita Lifting Gomage Facial Vita Derm

Já comentei aqui que minha pele do rosto é meio sensível e não se dá bem com esfoliantes de grânulos tradicionais, o uso deles costuma me dar espinhas. Devido a isso, eu costumo usar outros tipos de produtos para a esfoliação física, tais como microesfoliante, esponja, massageador de silicone ou produtos cuja função principal não seja esfoliar e por isso venham com menor concentração de grânulos (geralmente produtos de limpeza de uso diário que também esfoliam). Este produto da resenha me chamou a atenção por prometer esfoliar a pele sem o uso de grânulos esfoliantes. A cara dele é essa daqui:

Vita Lifting Gomage Facial, da Vita Derm.

No nome do produto está escrito gomage, mas, pelo que eu pesquisei o nome do procedimento seria gomagem. Não cheguei a uma conclusão exata do que caracteriza um procedimento como gomagem, apenas que é uma esfoliação e que seu uso é indicado para antes de procedimentos cosméticos. Segundo a embalagem:

“Ideal para ser utilizado no início de qualquer tratamento cosmético, a Gomage Facial limpa profundamente facilitando a ação dos ativos específicos. Promove suave esfoliação e pode ser utilizada diariamente. A associação do extrato de flor de lótus com açúcar biotecnológico devolve o equilíbrio hídrico, deixando a pele limpa e macia.”

A lista de ingredientes é a seguinte:

O tal açúcar biotecnológico seria esse fucogel (Biosaccharide gum-1), ingrediente indicado para todos os tipos de pele, especialmente as delicadas, sensíveis e irritadas. Segundo este informativo técnico, proporciona hidratação por meio de 2 mecanismos: pela formação de um filme altamente hidratante e efeito prolongado através da degradação do polissacarídeo em suas unidades de açúcares que atuam retendo água na pele. Também atuaria como anti-irritante, minimizando os riscos de irritação da pele provocada pelos diversos agentes agressores. No informativo, diz que a concentração recomendada varia de 3 a 60%, como neste produto ele se encontra após os parabenos na lista de ingredientes, não sei se realmente possui algum efeito significativo neste produto.

O extrato de flor-de-lótus parece ter propriedades interessantes também, mas, novamente, não sei se a concentração dele seria suficiente para algum resultado. Este estudo, por exemplo, mostra que esse extrato é rico em antioxidantes e possui bom potencial para ser utilizado em cosméticos como agente de clareamento e anti-envelhecimento.

Voltando ao produto, ele é um creme num tom cor-de-rosa pálido, parece grossinho na hora que sai mas a textura é leve e fácil de espalhar. Achei a fragrância agradável e muito suave, não consigo imaginar alguém se incomodando com ela.

Textura do produto

De acordo com as instruções de uso, deve-se aplicar uma camada fina de produto no rosto, deixar ele agindo por 2 minutos ou até a secagem e, então, remover na forma de rollings (não tinha termo melhor para usar?) com movimentos circulares. Diz que pode ser aplicado no corpo também mas, dado o tamanho da embalagem (55 g), acho que acabaria muito rápido. A própria marca possui uma outra gomage específica para o corpo, acho que valeria mais a pena comprar logo ela se for essa a finalidade.

Como eu não gosto de tirar foto da minha cara, vou mostrar o produto na minha mão. Abaixo, logo após a aplicação:

Eu deixei a camada mais grossa para aparecer melhor na foto, mas, na prática, é bom deixar ela bem fina para secar mais rápido. Dá para notar a presença de uns “fiapos” que eu não sei o que seriam (talvez atuem como coadjuvantes na esfoliação). É fácil perceber quando já está seco, pois perde o brilho e fica  quase transparente na pele, como se vê na foto abaixo.

É como se o produto formasse um filme sobre a pele, mas não plástico como aquelas máscaras as quais que é só puxar que saem (a de pepino da Avon é um clássico nesta categoria). Para remover esta, basta massagear a pele que os pedacinhos da máscara saem em rolinhos (sabe quando você era criança, sujava a pele de cola e ficava esfregando para ela sair? Mais ou menos isso). Como o produto adere bem à pele, as células mortas e sujeira acabam saindo junto com os rolinhos e é assim que a pele seria esfoliada. Pode ser que a ação de massagear os rolinhos na pele (junto com aqueles fiapos estranhos) enquanto eles não se soltam também faça alguma esfoliação.

Neste processo de remoção, é melhor que o produto esteja bem seco, senão os rolinhos não se soltam e você só suja os dedos e espalha o produto. Recomendo fazer esse procedimento na pia para não fazer sujeira com os rolinhos que se soltam. Essa remoção é um pouco demorada mas compensa, ao final do processo eu sinto a pele lisa, macia e hidratada.

A embalagem não indica o que fazer depois do uso do produto mas, mesmo quando não saem mais rolinhos, eu sinto que há algo sobre a pele. Eu já vi gente falando que lava o rosto, porém, como eu já aplico a gomage no rosto previamente limpo, acho desnecessario isso. Na dúvida, testei de duas maneiras:

– deixar do jeito que estava e partir logo para os demais procedimentos;
– realizar um enxágue só com água antes de qualquer outro procedimento.

Não tive problema nenhum do primeiro jeito, mas preferi adotar como padrão o enxágue com água. Dessa forma, remove os resquícios (forma até uma espuminha na água, provavelmente pela presença do sodium lauryl sulfate) e a pele continua com o toque gostoso e sensação hidratada.

Acredito que quem tem problemas com outros esfoliantes possa gostar desse tipo de esfoliação alternativa, a mim agradou. Como não há restrição de uso, teve semana que fiz umas 3 vezes e não tive problema nenhum. Eu não lembro o preço que paguei porque faz tempo que comprei, mas pelo que vi na internet, ele pode ser encontrado em valores que variam de R$25,00 a R$28,00.

Anúncios

Sobre Vanessa

Engenheira química, paulista, 27 anos, apaixonada por cosméticos e maquiagens. Acredita que conhecimento nunca é demais e que as pessoas deveriam ser mais críticas com as informações que recebem.
Esse post foi publicado em esfoliante, limpeza e marcado , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Vita Lifting Gomage Facial Vita Derm

  1. Renata Rocha disse:

    Confesso que já coloquei esse produto na minha lista de próximas compras! Minha pele é sensível e os esfoliantes com grânulos normais costumam deixar uma sensação de ardência, além de causarem algumas espinhas. Tenho um aqui que estou usando 1x por semana e fazendo movimentos bem leves, mas aí não sinto a pele tão esfoliada e macia como gosto.

    Beijos e boa semana!

  2. Dani disse:

    Esse também entrou na minha lista! Pena que é tão difícil achar essa marca por aqui. Uso um da avon 1x por semana, mas mesmo assim detona minha pele.

    bjão!

  3. Vanessa disse:

    Oi Renata!

    Eu costumo usar o Renew Microesfoliante (grânulos, mas finos) uma vez por semana mas também sinto que só ele não é suficiente (e se usar mais do que isso, dá-lhe espinhas), essa gomagem acabou se encaixando bem na minha rotina.
    Acho que você vai gostar, esse produto é bem suave, quem está acostumado com grânulos pode achar meio fraco ou estranhar no início, mas acho que compensa pela possibilidade de fazer várias vezes por semana sem irritar a pele.

    Beijos!

  4. Vanessa disse:

    Oi Dani!

    Eu também não conheço muitas lojas físicas que vendam essa marca, acho mais fácil comprar pela internet (aliás, foi assim que adquiri o meu). Pesquisei antes de fazer o post e achei vários sites que vendem.

    Beijos!

  5. Dani disse:

    Boa dica, Vanessa! Vou procurar!

  6. Ei, Vanessa! Sou eu novamente, porque continuo lendo tudo do blog hahaha. Então, eu também não costumo gostar de esfoliantes convencionais, prefiro os mais fininhos! Queria dizer que esse “gomage” ou gomagem me lembrou muito os famosos produtinhos japoneses/coreanos para o rosto, os peelings químicos! Existe um bem famoso – e caro – chamado Cure Natural Aqua Gel (japonês) que é todo naquela pegada sem corante, sem fragrância, sem etc., acredito que seja o top desse estilo, mas existem vários de marcas baratas (coreanas) como Etude House, Tony Moly, Skin Food, Missha, Nature Republic, Mizon, Holika Holika, The Face Shop… De nomes conheço mais as coreanas, mas sei que existem muitas japonesas e acredito que iriam te agradar mais. Diria que são mais “sóbrias” e delicadas, com menos explosões de cor, textura, formatos e fragrância como costumam ser as marcas coreanas. Eu usei o Appletox da Tony Moly e era excelente pro meu rosto, muito bom mesmo, mas o cheiro de maçã verde era muito forte, acabei enjoando. Agora estou à procura de algum que seja mais suave, provavelmente comprarei algum de marca japonesa.
    Só queria dar a dica, mesmo! Pro caso de você não conhecer.
    Beijos

  7. Debora disse:

    Amei o produto eu enxuguei depois é a pele ficou bem lisa e macia. Incrível. Mas usei a noite pois aplico um creme noturno com ácido hialuronico. Bjo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s