Protetor para os Pés Nexcare e comparação com o Transpore

Quando eu fiz o post mais visitado deste blog, o Sobre as gambiarras para o sapato não machucar o pé, eu comentei que adorava o esparadrapo transparente (Transpore Nexcare) e comentei que a mesma fabricante deste, a 3M, havia lançado um produto específico para os pés o qual, apesar de eu não o ter testado pessoalmente, baseando-me em imagens e resenhas alheias, eu acreditava ser o mesmo esparadrapo transparente em uma roupagem diferente, voltada para quem ainda não conhecia sua utilidade como protetor de pés.

Recentemente, a marca lançou uma campanha de distribuição de amostras grástis (já encerrada) e eu consegui me inscrever a tempo. Recebi então o produto das fotos abaixo:

Fita protetora para pés nexcare

Embalagem frente e verso

O produto em si

Informações presentes na embalagem:

“Aplicação: Cortar a fita no tamanho desejado e aplicar sobre a pele limpa e seca na região do pé que deseja proteger. Trocar a fita após o banho ou se estiver suja.

Advertência: Não use tintura de benjoin, álcool, éter, benzina e outros solventes para remoção da fita e/ou do adesivo da pele. Se necessário, use vaselina. Se ocorrer irritação na pele, descontinue o uso.

Precauções: Não utilize a fita adesiva diretamente sobre bolhas, cortes, machucados, rachaduras e outras lesões. A fita não deve ser aplicada sob tensão, podendo causar bolhas ou alterações na pele.

Composição: Polietileno micro-perfurado com adesivo acrílico hipoalergênico.

Atenção: A embalagem desse produto contém látex de borracha natural que pode causar reações alérgicas.”

O produto é basicamente uma fita adesiva transparente que deve ser colocada nos locais de maior atrito entre o pé e o calçado. Por formar uma barreira protetora, previne eficientemente a formação de ferimentos e bolhas nos pés devido ao atrito. Ele é bem resistente a rasgos (ao contrário do Micropore, que muita gente costuma usar para proteger o pé) e também possui boa aderência, o que dificulta que descole durante o uso.

Como qualquer coisa aderente, o ideal é que a superfície de aplicação esteja seca e bem limpa. Assim sendo, se você colocar a fita nos pés limpos antes de sair de casa, as chances do produto não descolar durante o uso são maiores do que se você resolver colocá-la só no meio de sua caminhada, quando nem sempre há a possibilidade de devida higienização.

Não é apenas no quesito durabilidade que a aplicação na pele limpa é importante, esse cuidado assegura também mais discrição no uso porque fica meio esbranquiçado onde a fita não estiver bem aderida, o que acaba denunciando o uso. A imagem abaixo exemplifica bem isso, na aplicação na pele limpa (direita) o protetor fica mais discreto.

Esquerda: sem limpeza da pele.
Direita: com limpeza prévia da pele.

Geralmente sobram resíduos de cola na hora da remoção, estes são chatos de remover se não utilizar os meios corretos. O fabricante indica vaselina para removê-los.

Ele possui microperfurações que, além de permitir à pele respirar, tornam fácil o corte manual tanto transversal quanto longitudinal, dispensando assim a necessidade de tesoura e possibilitando a personalização de suas dimensões. A foto abaixo exemplifica o corte nos dois sentidos.

Textura microperfurada permite corte vertical e horizontal.

O fabricante não recomenda que seja utilizado em lugares em que a pele já esteja machucada, o que é compreensível, pois, devido à aderência, a hora da retirada pode ser dolorosa e remover pele ou casquinha da ferida. Para ser sincera, eu não sigo essa recomendação à risca. Se tiver algum ferimento no calcanhar eu coloco a fita sem dó em cima dele porque o adesivo forma uma bela proteção e é muito eficiente em amenizar a dor e desconforto que seriam gerados pelo atrito sobre a ferida. A cola dele é forte mas sempre deu para tirá-lo tranquilamente, sem sofrimento. Como o resíduo de cola que costuma ficar na pele é  localizado sempre na borda, não preciso esfregar sobre o ferimento para removê-lo.

Caso você não seja como eu, o fabricante indica um outro produto dele para os casos em que o pé já está machucado, os Curativos para os pés Nexcare. Me parece um band-aid grande e com formato adaptado para os pés. Deve ser melhor do que band-aid normal por possuir maior espaço entre a almofadinha e a borda do adesivo, o que dificultaria o descolamento fácil assim como ocorre com o modelo tradicional. Se alguém já tiver testado, dê seu parecer nos comentários.

Comparação com o Transpore

Ele é realmente igual ao Transpore (versão 25 mm)? Eu particularmente não consegui encontrar diferenças.

Transpore e Fita adesiva protetora para pés Nexcare

Transpore e Protetor para pés, ambos  da Nexcare, 3M.

O material com que é feito é o mesmo, polietileno micro-perfurado com adesivo acrílico hipoalergênico, assim como as advertências presentes na embalagem.

Transpore composição advertência

Informações da embalagem do Transpore.

Abaixo, uma foto deles lado a lado no braço. Deixei uma noite e na hora de tirar reagiram de modo idêntico, deixando aquele restinho de cola na borda.

Transpore vs Fita adesiva protetora para pés Nexcare

Comparação entre os Transpore e o Protetor pra pés

Tive um pouco de dúvidas com relação à espessura porque, a olho nu, parecia haver alguma diferença entre os pedaços  que eu estava usando para comparar, mas acredito que possa ter sido pelas características do material, plástico e propenso a deformação durante a manipulação. Fazendo uma análise no micrômetro, realizando o corte com tesoura para evitar essa deformação por tensão, ambos apresentaram a mesma espessura, aproximadamente 0,18 mm.

Se a intenção for carregar na bolsa, creio que o Protetor para pés seja mais prático. Aliás, é bem provável que a apresentação diferente em relação ao esparadrapo tenha em vista esse objetivo. Como seu comprimento é menor e seu volume diminui com o uso, acaba ocupando menos espaço na bolsa do que o Transpore, o qual, devido ao carretel maior e com tampa, vai ocupar sempre o mesmo volume na bolsa.

Em vários dos blogs que já fizeram resenha deste produto eu li nos comentários pessoas lamentando não encontrar o protetor para comprar, outras dizendo que faziam estoque quando o encontravam (em caso de dúvida, o site do produto indica pontos de venda). Me lembrou a questão dos discos de algodão da Panvel, um monte de gente fica procurando algo específico sem nem saber que pode ter perto dela uma versão igual que praticamente só muda de embalagem e nome.

Enfim, agora que você já está ciente de que é praticamente a mesma coisa, já sabe: se não encontrar um, tem a opção de procurar pelo que estiver mais acessível. E se tiver opções, pode até optar pelo mais barato.O Transpore versão 25 mm de largura vem em duas versões, uma com 4,5 m e outra com 0,9 m. O Protetor para Pés vem com 3 m de produto. Usando os preços da farmácia Panvel como referência e calculando o preço por metro de produto, temos:

Transpore:

* versão 25mm x 4,5 m: custa R$9,45, equivalente a R$2,10/m

* versão 25 mmx 0,9 m: custa R$3,77, equivalente R$4,18/m

Protetor para pés:

* mede 25 mm x 3m: custa R$7,32, equivalente a R$2,44/m

Realizei os cálculos para 3 farmácias virtuais diferentes e o resultado foi semelhante a todas. Comparando o preço por metro de produto, o Transpore versão curta (90 cm) é sempre bem mais caro que os outros dois, então seria mais para emergência. O Transpore de 4,5 m e o Protetor para os pés têm preços mais parecidos, sendo que o protetor é sempre um pouquinho mais caro.

Anúncios

Sobre Vanessa

Engenheira química, paulista, 27 anos, apaixonada por cosméticos e maquiagens. Acredita que conhecimento nunca é demais e que as pessoas deveriam ser mais críticas com as informações que recebem.
Esse post foi publicado em pés e marcado , , . Guardar link permanente.

12 respostas para Protetor para os Pés Nexcare e comparação com o Transpore

  1. Renata Rocha disse:

    Eu sempre usei o protetor para pés da 3M e nem tinha idéia de que o Transpore era uma opção similar! Mesmo com a diferença de preço, fico com o da 3M, pois como você mesma disse, é mais prático para carregar na bolsa 🙂

    Beijos e bom feriado!

  2. Mah disse:

    Eu sempre compro o rolinho de esparadrapo, de preferencia o pequeno para ocupar menos espaço.
    Não vejo problema em aplicar com a superfície “suja”, normalmente eu sempre colo quando o sapato já começou a estragar o pé, então eu passo o creme protetor de calos da granado e colo uma fitinha por cima. Outro dia colei em cima de uma bolha em formação e não causou nenhum estrago na hora de tirar.
    Para tirar o resto de cola eu acabo apelando para demaquilante bifásico, as vezes tento tirar com óleo corporal, com o óleo até sai mas meleca muito.

  3. Vanessa disse:

    Oi Renata!
    Acho que, havendo as duas opções, eu também daria preferência ao protetor, a diferença de preço nem é tanta. Depois que comecei a colar EVA nos sapatos quase nem uso mais o adesivo, prefiro algo que ocupe menos espaço e dure menos.
    Beijos!

  4. Vanessa disse:

    Oi Mah,
    dependendo de quão agressivo ou da posição em que machuca eu sinto um diferença com relação à facilidade de descolar (isso me incomoda mais do que aspecto estético, que no meu caso nem é relevante porque o calcanhar fica sempre coberto pela barra da calça), mas na maioria dos casos o adesivo consegue se manter bem. Não imaginava que ele resistiria no lugar passando outra coisa por baixo, interessante.
    Beijos

  5. Pingback: Sobre as gambiarras para o sapato não machucar o pé | Ponto Discrepante

  6. Suely disse:

    Que bom que você tirou minha dúvida sobre esse produto! hahahahaha
    Assim que comprei e abri a caixinha eu falei: “oxe, isso parece transpore!”
    Mas sempre esquecia de comprar transpore na farmácia pra comparar…
    Mas me diga, por favor, qual espessura de eva você usa nos sapatos?

  7. Renata disse:

    Eu uso sempre essa fita nos meus pés, mas minha pele fica com resíduos da cola e não sai facil. Gostaria o que posso passar para remover essa cola?. Obrigada. Renata.

    • Vanessa disse:

      Oi Renata, o fabricante recomenda óleo mineral (vaselina líquida) para remover, massageie com o dedo mesmo e passe com papel ou algodão para remover os resíduos. Eu vou confessar que costumo remover sem nada mesmo, esfregando com o dedo depois do banho.

  8. Aline disse:

    Comprei hoje um da Cremer, a mesma composição. Foi 7,69 o esparadrapo de 2,5 cmX 4,5 cm. Acho que meus pés são suscetíveis a calos de qualquer jeito. Até a marca de linha conforto q comprei, machucou um pouco. Acho que vou usar esses esparadrapos sempre. Melhor prevenir do que ficar com os pés todos machucados. É um martírio você se concentrar em qualquer outra coisa, quando seus pés estão feridos. Valeu pela dica.

  9. Pingback: 7 formas de deixar o salto alto mais confortável

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s