Alisamento à base de células-tronco de maçã?

Já faz um tempo, comprei uma daquelas revistas que possuem mais anúncios do que material próprio, a “Cabelos & Cia.”, por causa de uma amostra de “óleo”* de camélia.

*Curioso que esses produtos que contém mais silicones do que óleos sejam sempre chamados de “óleo”, não? Óleo extraordinário, Morrocan Oil, etc. Mostrar que tem silicone não é um marketing atrativo, apesar de muita gente amar o efeito dele e ao mesmo tempo meter o pau.

Enfim, a gente sabe que tem muita picaretagem no mercado de produtos para cabelos, principalmente no setor de alisamentos, e vira e mexe sou surpreendida com mais uma novidade para alisar que não faz o menor sentido (tipo parabenos, açúcar, etc.). Uma matéria da revista me chamou a atenção:

Escova Discovery Ibera Professional

Você vai se apaixonar e as suas clientes vão cobiçá-los. Cabelos super lisos e saudáveis. Produto X é o 1º alisamento à base de células-tronco de uma rara espécie de maçã suíça com alto poder regenerativo. Pasmem!, pois ela se regenera totalmente quando cortado um pedaço seu. Imagine o que este produto fará nos cabelos das mulheres. Elas não vão querer saber de outros alisamentos. As paulistanas não abrem mão! Mergulhe nessa nova tendência você também!”

Analisando o texto:

“é o 1º alisamento à base de células-tronco de uma rara espécie de maçã suiça com alto poder regenerativo”

Supõe-se que a ação do alisamento é devido às células-tronco.

“Pasmem!, pois ela se regenera totalmente quando cortado um pedaço seu. Imagine o que este produto fará nos cabelos das mulheres.

Dá a entender que, dada a capacidade de regeneração da rara espécie de maçã, esta será capaz de regenerar o seu cabelo.

É tão absurdo que eu não sei nem por onde começar.

Regeneração dos fios

Ok, supondo que seja verdade que essa rara espécie de maçã tenha elevada capacidade regenerativa, o que isso tem a ver com o seu cabelo?  Eu não consigo enxergar nada de lógico em supor que, por causa da espécie ter alto poder de regeneração, ela também vá regenerar o seu cabelo.

Para começar, o mecanismo de diferenciação de células-tronco ainda é algo razoavelmente obscuro para os cientistas, se eles dominassem isso, já existiria amplo uso pela medicina.

Segundo,  a célula-tronco da maçã só teria capacidade de se diferenciar em algum tipo de célula presente na macieira daquela espécie, ou seja, que tenha o mesmo material genético. Você e a maçã são espécies distintas, sem falar que um pertence ao reino animal e o outro ao vegetal. Seria menos absurdo (mas continuaria absurdo) se ele alegassem utilizar células-tronco de planária (neoblastos) do que da maçãzinha, pelo menos pertence ao mesmo reino. Como devem ter aprendido nas aulas de biologia, planária regenera que é uma beleza.

Vamos supor agora um universo paralelo onde existisse a capacidade milagrosa de células de uma espécie se converterem em células de outras espécie. Sabemos que todo processo de alisamento precisa de uma fonte de calor para acontecer, com este produto não deve ser diferente. Segundo o site do fabricante, sobre a etapa final do procedimento:

“A quantidade de vezes que passamos a chapinha ao fazer a Escova X é relativa e vai variar de cabelo para cabelo. Em média, é necessário que se passe de 8 a 12 vezes.”

A temperatura da chapinha varia de 180°C a 270°C. É muito improvável que, depois de esturricar de 8 a 12 vezes a pobre célula-troco da maçã adaptada à temperatura dos alpes suiços, ela ainda sobreviva e vá fazer alguma coisa.

Por curiosidade, fui pesquisar o que já havia sido publicado a respeito das tais células-tronco da maçã. Existem muitas matérias a respeito dos produtos cosméticos utilizando tal ingrediente, mas não encontrei nenhuma pesquisa independente (sem conflito de interesses), o único artigo a respeito que eu encontrei foi um realizado pela Mibelle, empresa responsável pela comercialização deste raro ingrediente. É esse aqui:

Schmid, D. et al. Plant Stem Cell Extract for Longevity of Skin and Hair. SÖFW-Journal (2008) 134, 30-35.

Aí diz que o extrato de células-tronco dessa espécie de maçã, por meio de algum mecanismo ainda não compreendido, aumentaria a resistência das células tronco humanas à senescência e à apoptose, o que resultaria na regeneração da pele e folículo capilar e adiamento do aparecimento dos sinais da idade (por isso, ele bombou como ingrediente de produtos anti-idades). Acredita-se que essas células-tronco possuam fatores epigenéticos com efeito positivo sobre as células-tronco humanas.

Mesmo que você não tenha entendido nada, basicamente, é dito que a regeneração ocorre porque o extrato contendo essas células da maçã, em contato com as células humanas, as influenciaria a ter um conportamento mais interessante no que se refere ao envelhecimento. Como essa escova é aplicada apenas no cabelo, que é uma coisa morta, a pesquisa (não muito confiável) não se aplica em nada às promessas dessa escova.

Bom, toda essa argumentação foi quanto à capacidade das células-tronco de uma espécie rara de maçã ajudarem a regenerar o cabelo. Mas a propaganda vai além, dá a entender que essas células-tronco são capazes de alisar. Isso mesmo, ALISAR. Será que eu entendi errado?

Alisamento

No site do fabricante diz:

“(…) inovou mais uma vez e através de pesquisas avançadas descobriu que estas células têm o poder de auto-regeneração e que é possível usa-las na estrutura dos fios, renovando os cabelos, deixando-os lisos e hidratados.

“Diferente de qualquer outro alisamento temporário, Escova X é completamente seguro. Ao ser aplicado nos fios, Produto X age diretamente na camada de hidrogênio, alisando os cabelos desde a primeira aplicação sem danificá-los.”

Bom, o texto deixa bem claro que as tais células, se usadas na estrutura dos fios, têm como um das conseqüências cabelos lisos. Diz que isso foi descoberto através de pesquisas avançadas mas não menciona nenhuma fonte onde se possa encontrar informações sobre tais pesquisas. Segundo vários blogs por aí, uma técnica da empresa disse:

“Ao concluir que este tipo de maçã conservava muito bem fora do pé foi descoberto que ela é rica em hidrogênio. Desta forma, no tratamento, ela age diretamente na camada de hidrogênio do cabelo”

Como o texto é sempre idêntico, acredito que seja material publicitário distribuído pela marca. Para mim, esse modo de atuação não faz o menor sentido. Aliás, alguém me explique, que raios é essa camada de hidrogênio do cabelo? Até onde eu saiba, as camadas do cabelo são medula, córtex e cutícula. Nunca ouvi falar no termo “camada de hidrogênio”. E como assim a maçã é rica em hidrogênio? E só consigo imaginar algo rico em hidrogênio quando se fala de alguma mistura gasosa ou se for hidrogênio solubilizado em alguma solução, ou uma molécula com vários átomos de hidrogênio (forçando a barra).

Enfim, em outros lugares, lê-se:

“De acordo a técnica da marca, Fulana de Tal, o alisamento não agride o fio pois a maçã usada no processo é capaz de ficar até sete meses no pé, sem contar no poder que ela tem de regenerar a pele. Ou seja, diferente das progressivas convencionais, o alisamento à base de célula-tronco vegetal atua diretamente nas ligações de hidrogênio do fio, o que permite reparar e regenerar a estrutura celular dos cabelos de forma eficaz, deixando os fios lisos e saudáveis desde a primeira aplicação que é feita com 5 produtos e 4 passos.”

Faz sentindo o fato da maçã ser capaz de ficar até 7 meses no pé explicar por que o alisamento não agride o fio (repare o uso da conjunção “pois”)? O que tem a ver um produto ser capaz de regenerar a pele com a regeneração da fibra capilar, cuja estrutura é totalmente distinta da epiderme?

Note que o que antes era camada de hidrogênio virou ligações de hidrogênio (termo que pelo menos existe). Que raios de técnica é essa que comete um erro tão banal como esse?

Bom, o cabelo tem sim suas pontes de hidrogênios, são as ligações mais fracas da fibra capilar e são facilmente rompidas apenas com água, não precisa de células da maçã. Para alisar o cabelo, ou reveste o fio com uma capa temporária que faça com que o fio fique liso (como funcionava o formol, por exemplo) ou tem que ter algum mecanismo mais forte e que trabalhe também com as pontes de enxofre, que são as ligações mais fortes.

Eu já sabia que não teria nenhuma explicação razoável para explicar como as células-tronco alisariam, já que isso seria impossível. Mas eles bem que podiam ter inventado uma desculpa menos esfarrapada do que essa.

Curiosamente, essa empresa é a única no mundo que alega que célula-tronco de maçã alisa cabelo, que coisa, não? Note que eu não disse que o produto não alisa, apenas que duvido muito que sejam as células-tronco da rara espécie de maçã vindas do Reino de Tão Tão Distante as responsáveis por esse efeito.

Acho que me empolguei demais com esse assunto, encerro por aqui.

Atualização (08/11/2012):

Achei mais um material de divulgação da marca, onde eles explicam o que é a tal “camada de hidrogênio” e como o produto atua:

O texto está pequeno e não dá para ler, mas é o reproduzido no post. O interessante é a figura, cujo antes e depois mostra uma diferença a qual não faz sentido nenhum. Ok, os risquinhos viraram bolinhas, fisicamente, o que isso significa?

Inventaram a camada, né? Engraçado que, se jogar “camada de hidrogênio” no google, só aparecem resultados relacionados a essa escova, a astronomia (por exemplo, sobre a camada de hidrogênio metálico de Saturno) ou a este post. Idem para “hydrogen layer“.

Aliás. num dos resultados em em inglês, achei isso:

“This PhytoCellTech® technology acts at the level of the hydrogen layer of the hair, restoring the physical intersection of the DNA.”

Aí eles assumem que usam o produto da Mibelle (a autora da pesquisa mencionada neste post e que não se aplica a este produto), voltam a mencionar a camada imaginária de hidrogênio e ainda colocam um “plus”: ao atuar no nível da “camada de hidrogênio”, o produto restaura a intersecção física do DNA. Como assim????????? Agora o DNA das células mortas do cabelo entrou no meio? Sério, o que esse pessoal do marketing andou bebendo?

Para finalizar, do mesmo site:

“YBERA®Professional is one of the biggest and most trusted Brands at the Brazilian market.”

Tão grande que eu nunca tinha ouvido falar antes. E me desculpe a empresa, mas, falando tanta bobagem, eu não vejo nada de confiável.

PS: A quem interessar, tem um post do Chemist Corner (blog de formuladores de cosméticos) que comenta a respeito do uso de células-tronco humanas ou vegetais em cosméticos, você pode ler aqui: Stem Cells for the Cosmetic Chemist (em inglês).

Anúncios

Sobre Vanessa

Engenheira química, paulista, 27 anos, apaixonada por cosméticos e maquiagens. Acredita que conhecimento nunca é demais e que as pessoas deveriam ser mais críticas com as informações que recebem.
Esse post foi publicado em alisamento, cabelos, mau-humor e marcado , . Guardar link permanente.

35 respostas para Alisamento à base de células-tronco de maçã?

  1. Ellen disse:

    Hoje em dia é tanta competição com este lance de óleos para o cabelo,que agora tão inventado cada coisa estranha.E esse é só o começo muita coisa ''estranha'' e ''duvidosa'' ainda esta por vir,kkbjs

  2. Mariana disse:

    Muito bom o texto! É muita baboseira que inventam para vender mais produto…Sou bióloga e acabo rindo para não chorar das besteiras que saem falando por ai. Principalmente dos produtos anti-idade, de regeneração celular, capilar e por ai vai!Esse texto me lembrou de um outro produto revolucionário! Não sei se você já ouviu falar, mas existem as calças hidratantes. Afinal, toda mulher precisa de uma calça com "um corte e design diferenciado [,que] estimula a formação de colágeno e elastina, tranquiliza as terminações nervosas e acelera o crescimento e regeneração de novas células. Hidrata, amacia e deixa a pele sedosa e aveludada. Para mulheres modernas e antenadas com as tendências da moda." Tudo graças às moléculas de aloe vera presentes no tecido. Maravilhoso hein?!Estou gostando muito do blog! É bem diferente do que se acha por ai! E concordo com você, não dá pra sair acreditando em tudo o que se vê e ouve por ai! Parabéns!

  3. Vanessa disse:

    A indústria brasileira de produtos de cabelo inventa cada coisa que dá até vergonha alheia. Essas escovas bizarras de açúcar, chocolate, morango, etc. só existem no Brasil.A concorrência nos "óleos" é tanta que chega a ser engraçado comparar os nomes: Mithic Oil, Óleo Extraordinário, Miracle oil, Oil Milagre, Orofluido, Oro Argan…. é quase tudo a mesma coisa.

  4. Vanessa disse:

    Afe! Não conhecia esse hydra-jeans, fui pesquisar e vi que ela custa 300 reais (150 o short) e dura 100 lavagens. Por essa grana, prefiro comprar uma calça jeans da Levi's e um hidratante da L'occitane.Acelera renovação celular, estimula a formação de colégeno e elastina… ahã… se eu fosse do marketing colocaria o nome de Ageless Hydra jeans. Realmente, é muito milagre só para a Aloe Vera.

  5. Mariana disse:

    Pois é! Na faculdade a calça virou piada. Começamos a imagina qual era o esquema da calça. Se ela tivesse microagulhas que estimulariam o SN, uma rede elétrica ou algo do gênero até daria para pensar que ela poderia ser milagrosa. Mas aloe vera foi bem forçado. Descobri ontem, quando dei mais um pesquisada sobre o assunto.É fácil ganhar dinheiro inventando esses produtos 'milagrosos'!

  6. Mariana disse:

    Pois é… Descobri que era aloe vera ontem, quando fui escrever aqui. Ainda se eles inventassem que a calça tinha microagulhas ou uma rede elétrica estimulante, mas aloe vera foi forçar demais!Fazer o que?! É fácil ganhar dinheiro com produtos 'milagrosos', as pessoas estão desesperadas!!

  7. Vanessa disse:

    Fácil mesmo, li num blog que a aplicação dessa escova da maçã sai, em média, R$640,00, sendo que a duração dela é de 4 meses.

    • silvana disse:

      o problema é que ela não alisa nada comprei e usei!

      • Vanessa disse:

        Oi Silvana, a que vc testou é da mesma marca mencionada no post? Já vi gente falando de tudo sobre “escova de célula-tronco de maçã”, mas ninguém cita qual das marcas disponíveis no mercados foi utilizada, até agora estou sem saber se essa do post funciona.

      • cladik disse:

        Não sei do que ela é feita, mas alisa sim! Meu cabelo é bem grosso e volumoso, foi a melhor progressiva que já fiz. Mas, desbota o cabelo. Só não faço de novo porque o único salão que usava essa escova no meu bairro mudou de dona. Porém, gostaria de saber qual é o real ingrediente alisante …

  8. karina fukuda disse:

    Esse marketing forçou tanto que, à primeira leitura, dá até para entender que se vc morder a maçã ela cresce de novo!Eu ri muito com esse post!

  9. Vanessa disse:

    Olha, mordida eu não sei, mas se furar ou machucar enquanto ela estiver no pé, ela regenera e fica como nova segundo eu li. Se tiver curiosidade em fuçar a dita cuja, procure por Uttwiler Spätlauber.

  10. superpri disse:

    Cara… Eu ri MUITO com esse seu post!!E, como moramos num mundo (porque achar que só o Brasil possui esse tipo de gente é muito bairrismo) que possui MUITA GENTE que sequer lembra de questionar as coisas que levantam sua sobrancelha, esse produto vai "funcionar" na cabeça de uma galera.Espero que ninguém fique careca por conta do uso.Ou deveria esperar? 🙂

  11. karina fukuda disse:

    van, ainda não tá aparecendo a possibilidade de acompanhar os comentários via e-mail…

  12. Vanessa disse:

    Ai, tem que aparecer essa opção, se não, eu não sei o que fazer. Não existe configuração no blogger para alterar ele, a presença dele é padrão, sabe?

  13. Vanessa disse:

    Que funciona para alisar funciona, o problema é que o que alisa não é o ativo que eles dizem que é, vai saber o que é. Diz que não tem ácidos ou química de relaxamento, isso é tão misterioso quanto o fato dele estar registrado na Anvisa como grau 1, um absurdo.Gente careca eu ainda não achei, mas achei um comentário num blog em que a pessoa reclamava que o cabelo ficou poroso após o uso.

  14. Caramba!! QUanta desonestidade…..e essa falta de respeito reina absoluta no mercado de cosméticos e produtos de beleza. Aqui no Brasil qualquer produto consegue registro na ANvisa…total absurdo.BeijosAndrea

  15. Vanessa disse:

    Eu acho inacreditável como a Anvisa se faz de cega e deixa a grande maioria dessas escovas/alisamentos temporários se registrarem no grau 1, como se fossem apenas produtos hidratantes. Não ter que comprovar como o cabelo é alisado através da ação na "camada de hidrogênio" ajuda bastante a empresa a fazer esse marketing desonesto, a qual também se beneficia alegando ser devidamente registrada na Anvisa.Mercado de cosméticos realmente é um dos mais desonestos no que se refere à propaganda, abusam demais da ingenuidade do consumidor.

  16. Olá Vanessa parabéns pelo seu blog, sou Tricologista e essa semana atendi uma moça que esta sem cabelo graças ao uso das celulas tronco da maçã. Os cabeleireiros tem que se aperfeiçoar em quimica pois estão sendo os mais prejudicados com esses milagres que não existe.

  17. Vanessa disse:

    Que horror! Com esse negócio de falar que são a células-tronco de maça que alisam, a pessoa acaba nem prestando atenção aos ingredientes que realmente estão fazendo alguma coisa (bem ou mal).Seria legal se os cabeleleiros fizessem um curso que fornecessem uma base mais técnica sobre química dos cabelos e produtos, favoreceria tanto eles quanto os clientes.

  18. Susu disse:

    Minha cabeleireira tem um bom embasamento em química, e ela fica me contando essas coisas, que muitas vezes os próprios fabricantes criam esses produtos questionáveis (alô formol!), e como a maioria dos cabeleireiros não sabem P/N, engolem o que as empresas empurram sem nenhum questionamento, pois não sabem como o produto age de verdade.
    Ela defende também essa idéia de que os cursos para cabeleireiro deveriam ter o treinamento em química, pois o que acontece é quando se lança um produto desses, oferecem treinamento com técnicos que não fazem questão nenhuma de explicar como funciona a química do produto. Por isso aqui no Brasil a maioria dos cabeleireiros só fazem repetir a ladaínha que aprendem, mas pouco sabem de verdade.

  19. Biotecnologia disse:

    Querida, quanto amor por essa sua postagem! Sou estudante de biotecnologia e também fiquei PASMA com as promessas dessa tal célula-tronco de maçã… sério! Eu quase surtei quando li sobre isso… mas esclareceste de maneira brilhante para o publico leigo. Parabéns e Obrigada por essa prestação de serviço, que embora discreta, é essencial! Beijos

  20. Vanessa disse:

    Oi Biotecnologia, obrigada! Eu já achava absurdas as promessas dessas tais células-tronco de maçã em produtos anti-idade, depois que inventaram essa de alisar e tratar cabelo não me aguentei e tive que escrever algo a respeito. Esse post tem recebido muitas visitas ultimamente, parece que esses produtos estão cada vez mais famosos… Porém, fico contente que quando alguém pesquisa algo a respeito, este post aparece nas primeiras opções. Espero estar ajudando as pessoas leigas a se esclarecerem melhor sobre o assunto.
    Beijos!

  21. o produto restaura a intersecção física do DNA.
    Cooooooooooomo assim????????? Agora o DNA das células mortas do cabelo entrou no meio? Sério, o que esse pessoal do marketing andou bebendo/cheirando?

    Pra mim essa foi a mentira mais cabulosa! Não da nem pra tentar entender a logica nisso, DNA alisa o cabelo XD

  22. Muito bom o seu post. Sou formada em Biologia e Química e viajo o Brasil buscando levar informações confiáveis sobre cabelos para os profissionais da área. Com certeza vou indicar o seu post para que eles leiam.
    Obrigada pela publicação.
    abs
    Sônia

  23. Vanessa disse:

    Oi Rodrigo!
    Realmente, o falta de lógica é tão gritante que só consigo imaginar o brainstorming com muito chá de cogumelo para conseguirem sair com uma idéia dessas.
    Espero que tenho sido assim, porque, se estavam sóbrios, é até ofensivo o modo como subestimam a inteligência do consumidor.

  24. Vanessa disse:

    Oi Ciencia do cabelo,
    eu é que agradeço a indicação, quanto mais pessoas tiverem acesso ao esclarecimento sobre assunto, melhor.
    Beijos!

  25. Ana Paula A. R. de OLiveira disse:

    OLÁ, pessoal!
    Gostei muito do post!
    a baboseira era tanta que acabei rindo!
    mas, minha bondosa (e abonada irmã ), me deu uma de presente…
    como sou asmática, uso inaladores, sempre fujo de alisamentos! não se consegue respirar!
    Lá vou eu…
    Eles não falam nada com nada, mas o resultado é MARAVILHOSO!
    Caro pra xuxu, muito demorado, cansativo, mas inofensivo em relação a minha saúde.
    Os resultados duram exatamente 3 meses, no quarto se vê diferença.
    O que será aquilo???
    parece resinoso,rsrs, impermeabilizante mesmo, tomei chuva naquela semana, quando secou ficou ótimo de novo!
    Só Deus sabe do que é feito, mas eu voltarei a usar..
    a ANVISA deveria observar essas histórias mirabolantes, é um risco que se corre desnecessariamente!
    um abraço
    Ana Paula A. R. OLiveira

    • Vanessa disse:

      Oi Ana Paula,
      como eu disse, não questiono a capacidade de alisamento do produto, o problema mesmo é a falta de ética da empresa ao camuflar o verdadeiro ingrediente ativo e inventar, como você disse, essas histórias mirabolantes só para vender mais e mais caro. Às vezes até existem produtos da concorrência que atuam da mesma maneira e mais baratos, mas como ela se esconde sob a “o milagre da célula-tronco da maçã”, limita a opção de escolha das pessoas e favorece a cobrança de preços elevados.
      Beijos

    • Giselle Oliveira disse:

      Olá pessoal,

      Tenho uma dúvida que Ana Paula que postou que utilizou poderia nos responder, já que possui o produto é não o fez em algum salão de beleza. O mesmo deve obrigatoriamente apresentar um rótulo com suas propriedades, correto? Poderia postar uma imagem disto ou quais seriam estas propriedades? Desta forma veremos com mais facilidade quais componentes que estão proporcionando este alisamento químico de fato, e além disso, justificaria a possibilidade prejudicial que ocorreu para algumas pessoas que utilizaram. Pelo menos teremos hipóteses á levar em conta sobre os benefícios e malefícios. O que acham?

      Parabéns pelo blog!
      Abs!

  26. Marilia disse:

    Fiz uma vez e até gostei do resultado, mas não vou repetir por ser caro e não saber o que te fato faz alisar o cabelo. Desde o começo não engoli essa história que somente as células tronco eram responsáveis, outras escovas pelo menos informam que tem formol e ácidos, mas essa diz não ter nem conservante nem ácido, apesar do meu cabelo depois da aplicação ficar fedendo a vinagre de maça em toda lavagem por pelo menos um mês.

  27. Sandra. disse:

    Ola, para todos quem poder e quiser me responder, sera que existe um produto que possa alisar os cabelos sem danifica los, eu gostaria muito de saber, obrigada.

  28. Marcela disse:

    Vanessa, você sabe informar então qual seria essa substancia contida neste produto que alisa?
    Obrigada!

  29. Sandra Nunes disse:

    Olá, sou Doutora em química orgânica e há anos pesquiso uma formulação de escova progressiva para meu uso, a base de queratina, óleos e silicones, com pH 2,5. Fiquei chocada ao saber por uma profissional de cabelos que usava essa tal escova de células tronco. Meu Deus, que tamanho absurdo! A ver o rótulo não descrevia nada demais, creme de pentear e um óleo…conservantes, etc…e concordo totalmente com teu texto! Vou inclusive compartilhar pois reforça a explicação que dei a profissional que a usa. Um detalhe, segundo ela alisa o cabelo e deixa super seco, minha conclusão com certeza há uma base orgânica nela, não há cheiro de tio glicolato, mas ainda vou analisar uma amostra que recolhi. O cheiro de vinagre, pode ter sido usado ácido acético na neutralização!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s